Cigano que jogava dominó com parentes é o quinto morto em 72h - Fala Alagoinhas News - Fala Alagoinhas News | Portal de Alagoinhas e Região

 


Cigano que jogava dominó com parentes é o quinto morto em 72h - Fala Alagoinhas News

Share This



 Em 72 horas, cinco ciganos foram mortos a tiros na Bahia. O último assassinato aconteceu na noite desta quinta-feira (13), na cidade de Santo Amaro, no Recôncavo Baiano. A vítima foi identificada como Luciano Ramos de Souza, de 46 anos. Ele era empresário e chefe da comunidade cigana do município.

De acordo com a polícia, os autores do homicídio estavam em um carro cor cinza e passaram atirando contra a vítima, que jogava dominó com parentes. O cigano chegou a ser socorrido para um hospital, mas não resistiu.

Agora, a polícia quer saber se a morte de Luciano tem relação com as dos outros quatro ciganos mortos em Dias d'Ávila e Camaçari, ambas na Região Metropolitana de Salvador (RMS). De acordo com a Polícia Civil, o caso é investigado pela 1ª Delegacia Territorial (DT) de Santo Amaro.

"Eles queriam matar apenas Luciano porque chamaram ele pelo nome. Luciano se virou e, nesse momento, foi alvejado com vários disparos. Ele estava jogando dominó com outras pessoas, todos da comunidade cigana [...] Temos várias linhas de investigação, vamos apurar, chegam muitas informações desencontradas, mas tudo está sendo analisado”, disse o comandante da 20ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), Roberto Castro, em entrevista à TV Record Itapoan.

Primeiro crime

Na terça-feira (11), um casal de ciganos foi morto a tiros na residência em que morava, em Dias d'Ávila. Os policiais da cidade foram acionados por volta 19h40, para atender o pedido de socorro de um jovem que, trancado do banheiro da sua residência, informava ao pai que seus avós haviam acabado de ser executados a tiros.

Orlando Alves, de 59 anos, e sua mulher, Luciene Alves de Oliveira, de 56 anos, foram mortos com tiros na cabeça e região do tórax. O duplo homicídio aconteceu na Rua dos Jardins, conhecida como a “Rua dos Ciganos”, no Parque Petrópole.

Outro caso

No dia seguinte a morte do casal, na quarta-feira (12), outros dois ciganos foram mortos. O caso aconteceu no Parque Real Serra Verde, em Camaçari. Um terceiro cigano foi baleado e socorrido para o Hospital Geral da cidade. Não há informações sobre o estado de saúde dele. As três vítimas eram filhos de Orlando e enteados de Luciene.


Fonte/Bnews

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages