Detido pela morte de juíza, ex tem prisão temporária convertida em preventiva - Fala Alagoinhas News | Portal de Alagoinhas e Região

Detido pela morte de juíza, ex tem prisão temporária convertida em preventiva

Share This

A Justiça converteu em preventiva a prisão em flagrante do engenheiro Paulo José Arronenzi, de 52 anos, acusado do assassinato da ex-mulher, a juíza Viviane Arronenzi, na tarde desta quinta-feira (24), na presença das três filhas do casal. A audiência de custódia terminou às 15h07 desta sexta (25). A decisão é da juíza Monique Brandão.

Paulo Arronenzi já está na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, zona norte do Rio, entrada dos presos no sistema penitenciário. Depois de uma triagem, o réu será encaminhado a um presídio do Estado, onde ficará à disposição da Justiça, aguardando julgamento.

Matéria relacionada:

Corpo de juíza morta a facadas pelo ex-marido será cremado neste sábado.


Fonte/ Metro1



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages